Carregando...

Entrevista Vocacional – Ir. Sandra Maria Ferreira


1. Ir. Sandra, conte-nos um pouco sobre sua vocação religiosa. Quando você sentiu o desejo de ser freira?

O desejo de ser religiosa surgiu a partir da escuta da Palavra de Deus: “Eis aqui a serva do Senhor...” Lc 1,18. A disposição de Nossa Senhora me incomodou, tocou o meu ser. Eu era catequista e o compromisso, o apelo para ir além foi crescendo dentro de mim. Uma inquietude tomou conta da minha vida e não consegui mais calar o meu desejo. Foi quando procurei uma senhora muito profunda no seu compromisso de cristã batizada, D. Tereza, de Curvelo, hoje já falecida, que me ajudou discernir. E o que clareou minha opção foi a vida de oração, a partir da leitura e meditação da Palavra de Deus, que em seguida fui escutando e me deixando alimentar por ela. Outra Palavra que ainda me sustenta é o Salmo 23. Mas, Deus nos surpreende com os sinais, situações e pessoas, como a Ir. Eulália quando eu a via nas ruas de Curvelo, com tanta simplicidade, para mim foi o que Deus utilizou na sua sutileza para me “provocar”, incomodar e sinalizar um chamado.

2. Como sua família reagiu ao saber que você iria para um convento?

Foi uma surpresa, pois não temos ninguém na família que seguiu este estilo de vida.  Meus familiares diziam que eu estava desiludida, que pensava que não encontraria alguém para casar. Minha mãe acolheu bem, só depois que eu já estava no Noviciado, foi aí que ela percebeu que era mesmo o que eu queria. A partir daí demonstrou-se tranquila diante da minha opção.

3. Você encontrou desafios para viver a sua opção pela Vida Religiosa?

Eu encontrei desafios, e ainda hoje os encontro, sim. Algumas vezes até achei que deveria desistir, mas a mão do Senhor que é o meu Pastor me orientou e me sustentou. A fé é o chão da nossa vocação e missão.  Jesus que chama também dá o seu auxílio; a busca constante da intimidade com Ele nos fortalece na perseverança do caminho.

4. Você se sente feliz pela opção feita, principalmente agora próximo de completar 25 anos de Consagração Religiosa?

Eu vivo num momento da vida em que posso dizer que estou muito feliz e realizada, mesmo com todos os desafios e limitações. Sinto que vale a pena deixar tudo e acolher a proposta do nosso Carisma Eucarístico Missionário e viver uma espiritualidade profundamente evangélica, nos passos de Francisco, Clara de Assis e Serafina, a nossa fundadora.

5. Que mensagem você deixaria para um (a) jovem que está pensando em optar pela Vida Religiosa?

A mensagem que deixo para um (a) jovem que deseja optar pela Vida religiosa: Vale a pena deixar tudo e atender ao chamado de Jesus Cristo. A proposta é desafiadora e encantadora ao mesmo tempo. Francisco de Assis, como tantos outros santos, conseguiu viver intensamente, nós também podemos. Você pode! Arrisquem-se, jovens! O desafio já está lançado no Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. “Vem e Segue-me! E Eu farei de vocês pescadores de Homens...”. MT 19,21.

notícias 5430868829454390737

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

Receba as novidades no email

Jogos

Jogos
Clique na imagem e acesse vários jogos

Páginas mais lidas